domingo, 23 de junho de 2013

POESIA EM VIAGEM

Com as velas içadas
navego onde o quase-amor não existe
pois suas águas são muito 
mais profundas e verdadeiras.
Nesta amplidão oceânica 
encontrei escondido na
escotilha da tua pele 
uma dose secreta de paixão.
Nela deslizo, mergulho
com toda minha intensidade
numa viagem...
Na intimidade do meu
autêntico navegador.

BEBE

QUENTE DE AMOR

Na imperfeição que corre solta ao vento,
descobri que o mais perfeito
é o que corre aqui nas minhas veias,
este teu sangue vivo
que inventa e reinventa o amor...
Outonal, primaveril,
brilhante como o sol do verão
que mesmo que seja inverno
pode ser sim quente de amor.

BEBE

VONTADES E VERDADES

A noite não está ainda tão alta
mas cá estou eu
mergulhada em tantas delicadezas
que sei que adormecerei
no meu próprio peito...
Sei da força do meu verbo
que esquadrinha vontades e verdades,
do beijo poético que durante a madrugada
procurará abrigo no leito do meu peito.

BEBE

CALENTURA DA EMOÇÃO

Vou pulverizar o teu corpo
com o pólen da minha vida.
No solo da tua pele
cantarei o compasso 
da nossa íntima canção.
Um dois pra lá,
dois pra cá,
brindar o amor
com a calentura da emoção.

BEBE

ÍNTIMA NATUREZA

Na água, no leito da brisa,
minha íntima natureza
percorre o regaço do verso
acompanhada deste teu avesso
que constrói, alisa e desliza
dentro do meu caloroso sentimento.

BEBE

TEIA DE AMAR

O momento de amar
segue ligando membranas
do corpo, da alma e do coração.
Sustentando uma teia
que regula e abastece.

Minha pele respira e
namora com os teus sentidos.
Um manto onde a partida
é tua chegada trançada
pela fragância do amor.

BEBE

LEITO HUMANO

Entre as águas do mar
e o silêncio sustento
o meu ser entre o nada e o tudo.

Quando penso que nada tenho
TUDO possuo velando, cheirando
este SENTIMENTO que de tão natural
exala carne humana.

E com ele vou seguindo...
Contornando barragens,
deslizando pelo presente
num rio onde posso
desaguar todos os meus desejos.

Leito único...
reflexo de um AMOR
onde em suas margens
estão as texturas da minh'alma.

BEBE

ÓLEO LUBRIFICANTE

Com toda minha transparência poética
deixo o amor fluir.
Procuro-te e te encontro
em cada canto do meu canto.

No teu peito abrigo,
no meu véu segredo.
Lábios de poesia
que com todo amor
molha minha saliva
com óleo lubrificante,
aquele desejado por quatro mãos.

BEBE


MOMENTO BEBELA

No interior da minh'alma flore o amor
mesmo em dias que nele
mora uma dúvida gris.
Uma flor íntima, SEMPRE VIVA,
um amor que busca a perfeição
na própria imperfeição.

Pólen da verdade,
pétala da carne,
folha minha,
charneca tropical
quente e úmida...
Heras de afeição.

BEBE
Embalo em mim um sonho vão, miragem:
Que tu e eu, em beijos e carinhos,
Eu a charneca e tu o sol, sozinhos,
Fôssemos um pedaço da paisagem!
Florbela Espanca



AMOR PURO

Com meus olhos vertendo
versos e prosas
acendi dentro do 
meu teu ser o AMOR PURO,
nele posso morar segura
com minh'alma ancorada,
sustentando meu corpo no teu.

BEBE


POEMETO

Pinte e borde meu dia de amor
ilumine sempre meus olhos
que por toda minha vida
serei eternamente tua.

BEBE

SERESTEIRO

Com esta tua face de poesia,
de olhos tão vibrantes,
decoraste o amor.

Com tua melodia seresteira
chegaste segurando-me
no universo do meu corpo.

Tuas mãos sedutoras
meu verso íntimo absorveu,
no meu jardim se espantou,
mas mesmo assim aqui na febre de amor
no meu colo poético se abrigou.

BEBE



POEMETO

Eu acredito no amor,
naquele morde e assopra
que prende, liberta e segura.

BEBE


CUMPLICIDADE

O percurso precisa de amor,
de parceria...Aquele onde
mora a cumplicidade.
Uma amorosa e contínua navegação,
iluminada pelo sol da manhã
que alimenta todo dia sabendo
que ao chegar a noite
uma brisa fresca
vai arrepiar de amor
a pele alva de Lis.

BEBE

CORAÇÃO

Com tua pena vou prateando e dourando
todas as facetas do meu coração.
Alinhando artérias,
deixando meu sangue vivo
fluir junto com o teu.
Quero até mesmo facetar a pele,
pingar, infiltrar,
 tudo que está aqui
sangrando, maturando
em conjunto com minh'alma...CORAÇÃO!

BEBE

CÉU DO PENSAMENTO

O céu hoje possui
a paisagem do meu pensamento.
Inteiramente amor,
com as nuvens repletas de cheganças.
Aquelas onde tudo é claro e bonito,
que chega até mesmo ser esplendoroso.
Nele todo adjetivo
é mais do que carinho,
é afinidade errante, postada,
entrelaçada no céu do MEU TEU  pensamento.

BEBE

ALEGRIA INTEIRA

Na minha pele alva
uma alegria inteira,
espantada,
reflexo do amor
que beija minha face
com uma fome que não tem fim.

BEBE

SENTIDOS

Polivalente este meu sentir
que veste o cheiro dos segredos,
que sente o tocar
do átimo do abraço
na fresta da poesia.
Meios até ingênuos
mas com sabor daquela
ternura auditiva
que chega até mesmo
a adoçar a película dos olhos.

BEBE

ESCOTILHA DA LETRA

Na escotilha aberta da letra
um riso controlado e observador,
onde cada detalhe
molha o amor,
um maremoto silencioso,
que flutua entre rios e mares
até aportar aqui
no cais da minha poesia.

BEBE



MARGEM POÉTICA

Com a noite aqui 
refletida da minha face
instalo-me numa margem poética.

O sopro do vento
adocica toda minha existência oceânica.

Com ela vibro, resmungo,
pondero e vivo,
avanço pelo outono
com todas as estações 
saltando pela minha boca.

BEBE

FOLHA VIVA

Cresci...Amadureci...
Não existe em mim abandono.
Como uma folha viva do outono
quero o que sempre quis,
a beleza do broto em flor...
O amor puro que abre o portão
da minha casa
com a cumplicidade do afeto.

Pode até o tempo ser moderno
mas o amor que aprendi a vivenciar
é aquele que trago na alma,
onde a tarde quente é primaveril
e ao mesmo tempo uma brisa outonal.

BEBE


FLOR DO PENSAMENTO

Eu conheço o teu silêncio
e a tua sentença ,
do corpo que explode e fermenta,
da poesia que fecunda
a mais linda melodia.

Nada em ti é desencanto,
cada detalhe
possui um encanto próprio,
uma mistura única,
um canto sem igual,
que entontece e floresce
todos os meus pensamentos.

BEBE

RIMA DE CETIM

Com toda trama de carinho
que encontro na minh'alma
vou bordando este novo dia
com fitas de ternura,
rima de cetim,
acordando a menina e
o arremate de príncipe.
Gerúndio de amor 
onde sou a emoção profunda,
teu pedaço mulher.

BEBE


POEMETO

Na tua melodia floral
é onde encontro o prumo da minha poesia.

BEBE

INTEIRA

Aqui estou eu inflamando a letra,
cantando com a alma,
regando cada sensação.

O tempo dorme ao meu lado,
a tua vida embala o meu coração.

INTEIRA sou corpo e semente,
que só germina com o toque teu.

BEBE

POEMETO

O vento mais calmo abre o sol
no meu peito...Um abrigo, um cheiro teu,
verso da minha intensa paixão.

BEBE

PEROLEI-ME

Aqui da janela adicional
 da minh'alma
carrego nos ombros 
um mar revoltoso.
Um coração profundo e intenso.
Um força SOBERANA
que possui a audácia
de conjugar o verbo perder
dentro do próprio ser.
Um encontro onde perdida
te encontro.
Na realidade PEROLEI-ME,
orvalhei-me na magia do amor.
Água da manhã,
concha mensageira.

BEBE

PÉROLA VIVA

Acoplada
nesta tua pele 
percebo que o vai e vem
que nos permite amar
com elos sempre em movimento.

Tão transparente quanto
a pétala na natureza,
o sal no mar,
a concha na areia.

Pérola viva que na tua mão
espelha a poesia da mulher oculta
sempre atuante em mim.

BEBE


quinta-feira, 13 de junho de 2013

CAMINHO DA ESCRITA

Em plena calmaria
instalo toda minha poesia.
Arremato o caminho,
rendo o dia e a noite,
faço uma prece:
QUE FLUA...
QUE SIGA...
Que a minha casa
seja sempre a tua morada.
Que a alma nua
deixe transparecer
tudo de belo que existe
nas linhas da escrita,
sem nada ocultar,
apenas sentir,
acreditar e decifrar!

BEBE

MILAGRE DO AMOR

Com seu versar
ela brinca, sonha e ama!
Por onde?
Pelo MILAGRE DO AMOR,
no sagrado sentimento
que faz com que
todo oceano perfume ternura.
Com seus versos mágicos
deixa na orla esta magia
que ela menina mulher
verdadeiramente acredita!

BEBE

DOSE EXTRA

Inexplicável este
sentimento que de tão VITAL
desperta a urgência 
da presença que 
lateja e pulsa.
É declamação interna,
uma avidez sem igual
que grita e decora
a química do amor
que torna toda aparição
uma dose extra de amor.

BEBE

INQUIETUDE

Uma quietude inquieta,
um desejo...
Corpo em sintonia,
o amor que segue
no ritmo do coração.
Corpo em movimento
dentro do teu,
uma pulsação acelerada
no compasso desta emoção
que busca desesperadamente
um desatino de amor.

BEBE

PORTO DO BEM QUERER

Meu verso amanhece
repleto de bem querer,
com a janela observando
todo mergulho que o amor
pode abranger.
Sem naufrágio, sem dor,
apenas ondulações
de um cotidiano que faz 
da espera lúdica e muda
um porto seguro gritante
onde com todo meu amor
vou repousar.

BEBE

BOCA DA NOITE

Tu és o lençol
quente do meu entardecer,
um momento mágico
onde o desejo que aflora
espera a boca da noite
para que eu possa
me entregar pra ti.
E eu quero amor
a cada entardecer
deitar-me contigo
e com minha boca de amor
te enlouquecer de tanto amar.

BEBE

TEMPO DE AMAR

Com amor entrego-me
inteiramente nestas tuas mãos.
Mãos santas e profanas
que intercalam
VIDA...AMOR...POESIA...MELODIA.

Coração que vibra
mais forte que a razão.
São versos nos olhos,
prosa na pele,
tempo secreto de amar!

Seja frio ou calor,
dia ou noite,
a brisa de amar
clareia toda imensidão.

BEBE
(Inspirado na música
JE T'AIME MON AMOUR - Claudia Jung)

VIVA DE AMAR

Visto-me do pôr-do-porvir,
não permito que meu corpo adormeça
sem sentir a habitual esperança
que faz-me VIVA.
Viva de amar,
preenchendo certezas
em todas as frestas
que de tão certas são incertas.

BEBE 

FAROL DE AMOR

No criado mudo
o relógio marcava
cinco horas de uma nova manhã,
fria e gelada.
A névoa acompanhava a maré alta
que de tão intensa
consumia todos os meus pensamentos.

Uma marola interna,
era o tempo que intercalava
com seu tic tac o
símbolo do amor com meu ponteiro.

Minha retina abriu devagar
mas com uma ânsia colossal
de colocar os pés no chão e seguir...
Descer acompanhada do lume dos teus olhos
que como um farol de amor
está sempre aqui a me guiar.

BEBE

AMOROSIDADE

Te leio no ar e no vento,
na leveza da poesia
entendo todo teu enredo.

Sem adornos,
sem minguar delicadezas
te entrego toda amorosidade
existente neste 
meu cristalino coração.

Que segue filtrado,
descompassado, acompanhado,
num ritmo que só TU entendes
pois é nas tuas artérias
que está a bateria do meu.

BEBE

O AMOR!

A verdade é que não existe
nada de perplexo no AMOR,
quem nele se ENCONTRA
sabe que esta ILUMINÂNCIA
possui o poder de 
trazer a vida para a vida
e com ele todo romantismo
que pode existir.

O sonho pisca de forma
desenfreada,
o coração bate mais forte,
a face cora,
o desejo aguça,
a saudade está presente
até em segundos.

Quem mais possui este poder?
SÓ ELE...O AMOR!

BEBE

BELEZA INFINITA

Sentindo este 
teu coração abraçando
o meu mundo de amor
percebi que 
cada suspiro teu
é um detalhe,
um pensamento
verdadeiro onde nele
minha VIDA tornou-se
uma linda linha de chegada,
posso nela ficar e acreditar
na BELEZA INFINITA do amor.

BEBE